Arquivo da categoria ‘Pesagem’

Olá, pessoal! Tudo bem?

Como disse na semana passada, iniciei junto com a Van um novo programa de emagrecimento.

Aliás, tenho que registrar aqui que essa minha amiga está me dando uma super força. Se ela não insistisse, provavelmente eu não a acompanharia à Atibaia. E ela tá ficando gatona, gente! Obrigada por tudo, minha linda!

Consegui fazer uma semana “bonitinha” e, consequentemente, eliminei os primeiros quilos de muitos…rs

Adorei a última reunião, pois foi uma palestra de motivação, e eu realmente me motivei!

A anterior, tinha sido sobre nutrição, muito interessante também, mas eu sei muito do que foi dito. Já motivação é algo de que preciso muito nesse momento, como vocês bem sabem.

Mudei algumas coisas para fazer o programa funcionar. Estou priorizando muito mais os alimentos naturais, pois não basta ser pouco calórico, tem que me oferecer algum nutriente. Ainda mais com os inúmeros problemas de saúde que estou passando.

E funcionou: foram 3,300 Kg para o ralo! Iuupiiii!!!

Fui a pessoa que mais eliminou peso no grupo, e por isso ganhei uma cesta de frutas e legumes…AMEI! Recebi muitos aplausos, e depois da reunião várias pessoas vieram me parabenizar e dar alguns “pitacos”…foi fantástico!

A Van vibrou mais que eu, mas a entendo perfeitamente, pois fiquei muito feliz quando a vi reagir e ganhar as batalhas contra o excesso de peso. Muito legal ver os amigos obtendo sucesso!

Minha meta para essa semana era eliminar 1 Kg, mas já percebi que as coisas não andam bem. Estou seguindo tudo como na anterior, mas por algum motivo que desconheço, estou retendo líquidos (não é TPM). Prá vocês terem uma ideia, da última vez que medi minha cintura ela estava com 90cm, hoje deu 102 cm…tem alguma coisa errada, concordam?

Bem, desanimar eu não vou, pois o que posso fazer estou fazendo. Tá, ainda falta a atividade física, mas eu chego lá!

Acho que me engajei na causa novamente, garotas! rs

Meu primeiro objetivo é sair da obesidade. Depois vou voltando a ser uma pessoa magra. Sem pressa, sem muitas cobranças, mas com muita determinação!

De quebra, ainda vou conhecer a gostosíssima da Electra…mal posso esperar!

Mudando de assunto, assistiram o The Biggest Loser ontem? A Ali ficou linda, né? Eu sempre torci pelo Mark, mas foi legal ver uma mulher vencendo…

Só fazendo aquela quantidade de exercícios mesmo, para emagrecer tanto e não ficar com o “tchauzinho” flácido, né?

 

O legal foi que todos emagreceram, mesmo depois que saíram (tenho minha dúvidas com relação ao Paul). O Jay me lembra muito um ex-namorado, dos meus 20 anos, não o físico, mas os gestos…interessante que só descobri isso depois que ele emagreceu (o ex era magrelo). A gente perde a identidade quando engorda, né?

Ele é o da direita, o outro é o Mark

Vamos nos inspirar? Se eles conseguem, nós também conseguimos!!!

Preciso parabenizar a minha amiga Rebs, que saiu dos 3 dígitos. Êbaaaaaa, muito feliz por você!!!

Ah, vou alterar meu peso na reguinha. Vou colocar o do SOS Vida Nova, pois lá nos pesamos depois do almoço, com roupa, e fica difícil eu “deduzir” qual seria o peso na minha balança. Acho melhor assim, por enquanto…

Muitos beijos e obrigada por tudo!!!

Fiquem com Deus!

Olá, pessoal! Tudo bem?

Estava tão entretida com os afazeres domésticos, que nem me dei conta do quanto demorei a  postar. Graças a Deus, meus pais chegaram ontem, agora fico mais tranquila.

Bem, quando comecei a postar, há quase 06 anos atrás (tem os links dos blogs antigos na lateral esquerda), pesava 73 Kg. Antes já tinha beirado os 85 Kg, mas emagreci rapidinho.

Durante todos esses anos de blogueira, nunca estive tão gorda. Antes eu era “gordinha”, agora segundo o meu IMC, sou obesa (assustador).

Já discuti aqui vários fatores que me levaram a esse estado, porém sei que a maior culpa foi do meu desleixo. Poderia ter tentado reverter a situação nos primeiros quilos, mas me acomodei e agora estou sofrendo as consequências.

Quero relatar aqui como é estar 20 Kg  acima do peso. Tem gente que critica quem faz dieta para emagrecer 2 Kg, mas eu afirmo: melhor agir enquanto há tempo, pois quanto mais tarde, mais difícil de voltar à normalidade. E a idade é um agravante sim!

Acho que o que mais está me incomodando são os pés e as pernas inchadas. Todos os dias. Trabalho o dia inteiro sentada, mas quando fico em  pé, tudo incha do mesmo jeito. Sempre usei calçados tamanho 36, engordei um pouco e passei a usar 37…agora o 37 está me apertando. Mesmo as rasteirinhas machucam os meus pés, é terrível. Até porque às vezes saio com algo que me serve, mas logo depois os pés incham e fico com  os calçados no meio dos pés…rs

Eu sempre julguei algumas pessoas obesas, por usarem roupas que marcam as gorduras localizadas. Achava que era falta de bom senso. Agora eu sei o quanto é incomôdo ficar se sufocando com roupas menos feias. Procuro sempre o que me dá conforto (já que mal consigo respirar), não importando mais se combina com meu tipo físico. Poucas vezes consigo ficar “bonitinha”.

Comprar roupas é tarefa árdua. Tudo que coloco aperta em algum lugar, ou se compro algo muito maior, fica parecendo que a roupa é emprestada  e pareço mais gorda ainda…

Dia desses, fui comprar mais leggings para revezar com as minhas. Detalhe: G não serve mais!

Subir escadas é um tormento. Depois de 03 degraus já não consigo respirar ou falar.

Limpar a casa? Fico com o suor pingando no rosto e no resto do corpo. Fora que tenho que sentar de minutos em minutos para descansar…

Estou sempre ofegante. Outra dia, pegando pedido ao telefone, enquanto o cliente falava eu ouvia a minha própria respiração, uma aflição  tremenda!

Sinto dores no corpo todo. Cada dia é uma dor nova.

Não consigo caminhar muito, canso com extrema facilidade.

Ronco. Nunca tinha roncado na minha vida, agora acordo no meio da noite com o “estrondo”…rs

Meus seios ficam “assados” embaixo e no meio deles. Coça muito!

Minhas coxas ficam roçando uma na outra e acabam “assando” também.

Minhas calcinhas ficam enroladas debaixo da barriga. Fico cheia de marcas e chego a ficar ferida nas “dobrinhas”…

Meu cheiro é diferente. O cheiro da minha pele, entendem? Acho que é por conta do suor excessivo.

Pareço ter 15 anos mais do que tenho!

Não tenho disposição física prá nada!

Sei que para algumas pessoas isso vai parecer exagero, mas não é, é tudo verdade, infelizmente. É que algumas pessoas estiveram bem mais pesadas que isso, e quando chegam nesse peso, chega a ser um alívio. Mas prá mim, são 20 Kg a mais, estou desestruturada para aguentar esse excesso, entendem?

A intenção desse post não é mostrar pessimismo, nem me lamentar de nada. Apenas acho necessário, principalmente prá mim, relatar o que é se “deixar de lado” como eu fiz.

Inclusive, se eu lembrar de mais alguma coisa, voltarei aqui nessa mesma postagem para registrar…

Aconselho que prestem muita atenção nos avisos que o seu corpo dá. Ele sempre avisa quando algo não está bem, mas nem sempre temos tempo para ouvir…

Espero voltar em breve com boas notícias.

Ah, não esqueci das metas para 2011 não. Postarei numa próxima oportunidade.

Obrigada às pessoas que não me abandonam.

Beijos e fiquem com Deus!!!

 

P.S.: O blog da Larissa está com problemas, por isso ela está postando temporariamente no seguinte endereço: http://blogmeuemagrecimento.blogspot.com. Passem por lá, ela está passando por uma fase difícil  e precisa muito da nossa ajuda!

Estou feliz!!!

Publicado: 07/12/2010 em Comportamento, Dieta, Pesagem

Olá, pessoal! Tudo bem?

Nossa, quanto tempo sem postar! Nem posso dizer que foi por falta de tempo, uma noite ou outra eu poderia ter vindo aqui…o que acontece é que fico o dia inteiro no computador e quando chego em casa, quero distância dele, pois é sinônimo de trabalho prá mim…rs

Os meses de novembro e dezembro são muito corridos lá na empresa, trabalho dobrado para dar conta das “atividades extras” e chego em casa simplesmente  a-c-a-b-a-d-a!

Peço que me desculpem pelo abandono, preciso realmente me organizar melhor.

Bem, normalmente quando uma blogueira light some é porque engordou. Não sumi por esse motivo, mas devo confessar que estou mais alguns quilos mais roliça (já tinha engordado quando postei da última vez). Hoje a balança me mostrou um número assustador: 77,4 Kg.

Vamos às desculpas:

1) Tenho Síndrome dos  Ovários Policísticos e por isso tomo anticoncepcional desde sempre;

2) Sofro de depressão e transtorno alimentar, mas os medicamentos para a primeira me faz inchar muito;

3) Fiquei mais louca do que sou normalmente e resolvi deixar de tomar os medicamentos acima. Sim, me rebelei!

Há mais de um mês não tomo pílula anticoncepcional. Há 20 dias não tomo antidepressivos ou anticonvulsivos. Só tomo mesmo os comprimidos para a hipertensão, afinal essa é uma doença crônica e terei que tomar os medicamentos para o resto da vida.

Achei uma atitude bastante corajosa da minha parte. Os primeiros dias não foram fáceis, mas acho que o medo da depressão voltar era bem maior que os efeitos pela abstinência dos remédios.

Nesse meio tempo, procurei um outro profissional para cuidar da minha saúde geral. Dessa vez, tudo está sendo feito com remédios naturais, sem efeitos colaterais.

Vocês devem estar se perguntando porque eu engordei se deixei de me intoxicar com essas drogas? Foi essa a pergunta que me fiz também.

Sempre soube que no dia em que parasse com o anticoncepcional, engordaria, afinal ele “segurava” os efeitos colaterais da S.O.P. , mas não achei que fosse assim, tanto em tão pouco tempo. E se o antidepressivo me fazia inchar, eu deveria desinchar quando parasse de tomar, concordam?

O que o meu médico disse é que estou sofrendo uma crise de abstinência de hormônios, afinal passei uns 20 anos tomando direto, e claro, os efeitos da S.O.P. realmente voltaram a aparecer (minha pele tá oleosíssima e já estou cheia de acne).

Eu tenho feito tudo direitinho, seguindo as orientações dele, portanto mais cedo ou mais tarde, meu organismo vai reagir de maneira diferente (positiva).

Não tomo mais café, nem refrigerante light e virei praticamente uma vegetariana. Tomo suco verde todos os dias pela manhã e continuo com a minha alimentação que sempre priorizou os alimentos integrais. Continuo consumindo quinoa, aveia, linhaça, frutas secas e todos os alimentos que já fazem parte do meu cardápio há anos. Aliás, na primeira consulta fui muito elogiada pela maneira como me alimento, se não existissem doces, eu seria perfeita alimentarmente falando…rs

Devo confessar que fiquei bem frustrada depois de acrescentar os suplementos que o médico passou e perceber que estava engordando ainda mais (perdi várias roupas). Foi então que “chutei o pau da barraca” e tive algo parecido com as crises compulsivas que tinha antes do tratamento alopático. Isso foi na semana passada, quando engordei os últimos 1,100 Kg.

Mas hoje foi meu retorno, e o médico começou a me apontar meus progressos e eu fiquei tão orgulhosa!

Além disso, começamos a discutir o motivo da depressão, e eu reafirmei que creio ser puramente química, pois eu não tenho motivos reais para estar triste…tenho problemas como qualquer pessoa, mas nada que justifique o estado em que eu fico ficava.

Comentei sobre o estresse que tenho passado com a construção da casa, e que prá mim tudo isso tem sido uma terapia.

Depois de muitas perguntas sobre vários assuntos, ele concordou que eu tenho um modo muito “maduro” de ver as coisas, que eu reconheço ser uma pessoa extremamente abençoada, justamente por ser grata por tudo de maravilhoso que vem acontecendo na minha vida. Enfim, concluímos que a depressão que insiste em me perseguir é realmente química.

A partir desse diagnóstico, alguns medicamentos foram modificados para combaterem as minhas principais queixas. Não dá prá tomar medicamento, mesmo que natural, para todas as nossas queixas…aos poucos o organismo vai se reequilibrando e se auto-curando…

Voltei dirigindo de Mairiporã leve e esperançosa, com a certeza que vou emagrecer e, principalmente, não voltarei a ter crises depressivas.

Quero cuidar também da  minha alma, esquecer as rejeições que já sofri e me afastar de pessoas que só notam em mim os meus defeitos e que torcem pela minha derrota.

Enfim, amigos…estou mais viva do que nunca e muito FELIZ!!!

Beijos no coração de todos e fiquem com Deus!

 

P.S.1:  Algumas pessoas sugeriram que eu voltasse a dançar, já que é algo que amo muito, mas devo esclarecer que só consegui ser uma dançarina razoável depois de muitos anos de treino, ou seja, não levo jeito “prá coisa”. Hoje pareço um robô dançando…hahaha! 

P.S.2: Depois que parei com os antidepressivos, voltei a ser chorona. Vocês não acreditariam como eu fico quando assisto “Dance your ass off”, beira a desidratação…rsrs

Resumo da semana

Publicado: 28/02/2010 em Construção, Pesagem, Pessoal

Boa noite, galera! Tudo bem?
Mais uma vez, demorei mais a postar do que gostaria…

Bem, comecei a semana motivada, apesar do fiasco das minhas pesagens. Aproveitei o fim do horário de verão, prá começar a ir trabalhar a pé (eu entro 06:30 hs e antes estava muito escuro nesse horário). São uns 10 minutos de caminhada, mas prá quem está totalmente parada, já é alguma coisa.

Na 3ª feira à noite, tive que faltar à minha terapia e ao niver do meu sobrinho Dimi porque sentia dores muito fortes nas pernas. Tive que fazer massagens prá conseguir dormir! Achei que fosse cólica menstrual, pois as poucas vezes que tive, doeu as pernas. Mas…meu pai acabou me lembrando que eu estava “enferrujada” e começara a andar um dia antes. Fiquei pasma, mas era a única explicação. Já imaginaram se eu tivesse caminhado 1 hora??? rs

Mesmo assim, na 4ª feira insisti na caminhada. Só não fui na 5ª e na 6ª feira porque estava chovendo na hora que eu saí. Mas comecei a me movimentar mais lá na empresa também.

Estou tentando levantar um pouco mais cedo, deixo a roupa arrumada um dia antes, levo o salto numa sacola e está dando tempo até de passar uma make básica. Me elogiaram bastante!

Como nem tudo são flores e eu ando bastante ansiosa por conta da construção da casa, na 5ª feira cheguei em casa e ataquei os pães de queijo que minha mãe tinha feito e também o bolo de fubá com goiabada. Todo dia tem guloseimas aqui, como já relatei antes, mas normalmente eu nem ligo, porém a ansiedade me deixa “desnorteada” com relação à comida.

Na 6ª feira, comi cachorro quente que ela fez também. Isso nem seria nada demais, se eu não tivesse comido os pães de queijo um dia antes…

Como ontem foi dia de pesagem, eu já não esperava grandes resultados, mas também não esperava um resultado tão negativo, diante de 02 dias de deslize. Engordei 1,400 Kg!!!

Estou completamente desanimada com relação a isso, afinal quando faço tudo certo emagreço somente 200g e se deslizo por 02 dias engordo 1,400Kg…matemática injusta, não?

Ontem e hoje  não fiz questão nenhuma de me policiar, mas também não exagerei muito. Estou revoltada!

Preciso encontrar alguma estratégia prá começar a emagrecer de verdade,  pois aí eu sei que penso um pouco mais antes de meter a boca nas guloseimas que sempre existirão por aí afora, estando eu ansiosa ou não!

Ai gente, acabei não conseguindo ir ao Encontro (snif). Sexta-feira levei a minha mãe ao supermercado e deu um problema nos vidros elétricos. Meu pai levou prá arrumar e o carro não pegava mais. Ele levou no autoelétrico e disseram que estava com problemas no alternador, mas não poderiam mexer naquele dia. O carro funcionou depois, mas como eu não tinha (tenho) certeza do problema, achei melhor não arriscar ir a um lugar distante, que eu nem sabia o caminho. Tinha a alternativa de ir de trem, mas é muito longe prá mim, e teria que acordar muito cedo…acabei desistindo! Estou louca prá ver as fotos…deve ter sido muito divertido!

Falando um pouco da construção, essa semana fiquei muito tempo ao telefone fazendo cotações. Já fiz algumas compras, fui ao terreno, deixei a autorização para os pedreiros entrarem, liguei para o meu vizinho para pedir água/luz emprestadas provisoriamente. Aliás, que simpatia de vizinho! Me deu várias dicas, disse que se eu precisar da lista de fornecedores dele posso ficar à vontade, me ofereceu sua garagem prá eu guardar alguns materiais…nossa conversa foi ótima! E fiquei mais feliz ainda sabendo que terei um vizinho desse nível, me disseram que a esposa dele também é assim!

Tive alguns aborrecimentos também. O pedreiro fica passando lista “quebrada”, e eu odeio isso! Mas meus patrões tinham me prevenido que isso sempre acontece. Tipos, pedem prá comprar telhas, mas não pedem os parafusos, essas coisas que acabam tomando tempo e atrasando as coisas…

Mesmo sem ter começado a obra, já percebi que várias “coisinhas” não estavam inclusas no orçamento. O barracão mesmo é um gasto “absurdo”, eu não imaginava! Isso porque meus patrões estão me emprestando sarrafos e pontaletes.

Estou tendo que deixar vários gastos “desnecessários” de lado, para realizar esse sonho. É difícil se desacostumar a comprar quase tudo que se quer. Digo “quase” porque há um bom tempo já vinha me programando prá isso, guardando dinheiro, mas agora não posso comprar NADA. Acho que esse é um bom motivo para emagrecer e caber nas roupas que eu já tenho, né? rs

Bem, está tudo programado prá começar amanhã, vamos ver se São Pedro colabora…

Lá na empresa, tenho tentando me manter no meu horário, afinal tenho várias coisas prá resolver quando chego em casa. Meu horário às 6ªs feiras é até 12:00 hs, mas eu devo ter saído esse horário umas 02 vezes esse ano! Nessa 6ª feira, deixei tudo lá  e fui ao Condomínio, pois não podia adiar…precisava deixar as autorizações e avisar sobre a entrega de materiais. Vou precisar mesmo saber organizar minha vida prá fazer tudo o que preciso…

Pessoas, vou visitando os blogs amigos no decorrer da semana, ok?

Beijos e fiquem com Deus!!! 

 

Os comentários estão acima do post

Decepção

Publicado: 14/02/2010 em Encontro, Pesagem

Boa tarde,  pessoas! Como estão?

Quando eu digo que não gosto da balança eu tenho lá minhas razões. Resolvi me pesar uma semana depois da primeira pesagem, afinal estava na TPM e tinha me comportado exemplarmente, apesar de não conseguir (e não querer) ser rígida. Resultado: 200 g a menos. Tá, pelo menos eu não engordei, mas ninguém pode negar que é decepcionante, né? Principalmente no começo…

Não aguento mais minhas calcinhas ficarem dobrando na barriga, ficarem machucando meus pneuzinhos (pneuzinhos???). Tenho sandálias que eu adoro e não estão servindo mais, é revoltante!

Claro que sei que a culpa é TODA minha, mas a partir do momento que “acordei”, os resultados poderiam aparecer mais rápido, né?

Minha primeira reação ao ver os números foi comer um pedaço de bolo de chocolate e quase que sucumbir à vontade de jogar tudo pro alto (idiotice, eu sei). Minhas amigas mais íntimas sabem o quanto é difícil fazer dieta prá mim, pois adoro doces e minha mãe cozinha muito bem e todo dia tem guloseimas aqui. Se estou motivada, faço vista grossa,  mas se não…já viram, né?

O lado bom de estar me alimentando bem, é que realmente a minha autoestima melhora, pois sinto que estou fazendo algo por  mim, mas não sei se vou continuar pensando assim, estando cheia de roupas que não me entram…

Ah, eu não parto para medicação não é por ser a pessoa mais consciente do mundo não. É porque sou hipertensa e, além disso, os medicamentos para emagrecer não me  trazem qualquer efeito, seria gastar dinheiro à toa. Já dietas restritivas, eu não consigo mesmo seguir e se por acaso fizer por um dia, tenho certeza que me trará uma compulsão no dia seguinte, e minhas crises compulsivas são muito assustadoras!

Bem, ainda tenho esperanças que os resultados comecem a aparecer, pois eu tenho dificuldade de perder peso no início mesmo, vamos ver.

Mudando de assunto, ontem estava aqui sem rumo e minha querida amiga Van chegou. Ficamos um tempinho de pernas pro ar (literalmente) e depois resolvemos jantar no “japonês” em Mairiporã. É sempre divertido sair com ela, rimos muito e colocamos as fofocas em dia. Existe coisa melhor que jogar conversa fora com os amigos? Acho que não!

Se você quer jogar conversa fora, ou conversar coisa séria, falar sobre dieta, ou não, vá ao encontro que a lindíssima amiga Gabi está organizando. Esses encontros são maravilhosos, não dá prá  perder, gente! Quem puder, copie o selinho no seu blog e divulgue o evento. Vamos nos conhecer pessoalmente! Qualquer dúvida, entrem no site dela, que ela esclarece…

Tenham uma excelente semana!

Beijos e fiquem com Deus!

A desculpa…

Publicado: 08/02/2010 em Comportamento, Pesagem, Pessoal

 

 

Oi, pessoal!

Descobri porque meu peso alterou tanto: estava na TPM e não sabia (sou totalmente desregulada, mesmo tomando pílula). Ufa, quando me pesar no sábado estarei novamente com 62,7 Kg e esses mais de 7 Kg terão sido então somente “retenção de líquido”…hahaha!!!

Aí, eu acordei, né gente? rs

Mas preciso ser sincera com vocês, eu sabia que tinha engordado muito, como já tinha até citado no blog anterior, mas isso só porque as calças 44 não me serviam mais. No espelho, eu não me via uma pessoa assim tããão gorda. Sempre digo que sofro de anorexia inversa…rs

Só percebo a realidade mesmo quando vejo fotos, por isso tenho tirado fotos quando tenho dúvidas se estou muito rídicula com determinado look. Dia desses, um senhor me deixou passar na frente dele no supermercado em Jundiaí, achando que eu estava grávida. Contei isso  prá Dany, e ela falou que a roupa que eu estava usando não estava me favorecendo. Tirei foto depois e comprovei isso, além de ouvir a mesma coisa da minha mãe.

[Antes que alguém tenha a infeliz ideia de pedir prá eu publicar as tais fotos, aviso de antemão que apago todas assim que visualizo a “tragédia”]

Acho que muita gente passa dos limites porque perde a noção, não é de propósito, não  podemos julgar. No meu caso, quando a minha mãe começa a perguntar se eu quero que ela faça sopa prá eu jantar, é porque a coisa saiu do controle…rsrs

Espero diminuir essa pança logo prá voltar a usar os meus vestidos que eu tanto amo!

Beijos e fiquem com Deus!